terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Lei Estadual financia compra de notebooks a professores

O Programa Professor Digital, aprovado pela Assembleia Legislativa, foi sancionado pela governadora Yeda Crusius nesta segunda-feira (16), no Palácio Piratini. A iniciativa viabiliza financiamento do Banrisul para que professores da rede pública comprem computadores portáteis e beneficia também docentes inativos e servidores de escolas.

Professores e servidores interessados devem se inscrever no programa entre os dias 14 e 31 de dezembro, pelo site www.professor.rs.gov.br. A partir de 11 de janeiro, os inscritos poderão comparecer em qualquer agência do Banrisul para assinar o financiamento.

Depois de terem o crédito aprovado pelo banco, os educadores poderão adquirir os notebooks com desconto estimado em 35% do valor de mercado, em até 36 parcelas sem juros. Para fazer o cadastro, é preciso informar o número da identificação funcional, CPF, selecionar o equipamento desejado e a opção de financiamento. O notebook será entregue em até 45 dias úteis após a assinatura do financiamento e terá a primeira parcela debitada em folha de pagamento no mínimo 60 dias depois.

"Estamos incluindo na era digital a educação do Rio Grande. Queremos que os educadores entrem neste mundo novo por escolha e oferecemos, com a promulgação desta lei, o acesso ao computador portátil subsidiado pelo Tesouro do Estado. Quem quiser compra, a rede Banrisul mostra como é e o governo estadual banca. Isso é governança social. Isso é governo eletrônico, aquele impresso lá atrás, no nosso programa de governo. Só o tempo mostrará, através dos indicadores, o valor dessa pequena revolução", afirmou a governadora.

www.estado.rs.gov.br

Um comentário:

Prof Ms João Paulo de Oliveira disse...

Prezado Vulmar Leite!
Parabenizo a governadora Yeda Crusius por ter sancionado a Lei que criou o PROGRAMA PROFESSOR DIGITAL! Este valioso subsídio governantal, para aquisição de uma máquina eletrônica portátil, contribuirá sobremaneira para incluir na era digital os regentes e demais profissionais da Educação que ainda não tem acesso privativo a esta fantástica tecnologia, que veio para revolucionar nosso modo de vida! O mais alvissareiro, que merece destaque, foi a decisão governamental em incluir os professores inativos, que muito contribuiram para a pujança deste sempre hospitaleiro Estado Meridional!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Diadema-SP