domingo, 16 de agosto de 2009

A manipulação do clima - uma possibilidade real

O termo geoengenharia deve ganhar cada vez mais espaço nos noticiários e, segundo a Wikipédia, é a modificação deliberada do meio ambiente da Terra em larga escala, para atender as necessidades humanas e a habitabilidade. Outros a definem de forma mais restrita, focando somente a mineralogia e a hidrologia da Terra. Esta definição se distingue das mudanças climáticas provocadas por fenômenos geológicos naturais.

O uso de técnicas de administração da radiação solar, como injeção de dióxido de enxofre ou cinzas na atmosfera ou até mesmo a dispersão de espelhos no espaço - tudo com o objetivo de reduzir a temperatura do planeta têm eficácia praticamente garantida. Ainda não sabemos quais outras consequências eles teriam sobre o meio ambiente.

A injeção de dióxido de enxofre, para semear nuvens, ou de cinzas, também para refletir a luz solar, são métodos naturais típicos da atividade vulcânica. Existem outros métodos, como a fertilização dos oceanos para estimular a absorção de dióxido de carbono (CO2), criar navios que pulverizem água dos oceanos na atmosfera constantemente, instalar tubos que facilitem a circulação de calor entre a atmosfera e o fundo do mar, cobrir a superfície de desertos com espelhos que ainda gerariam energia solar.

A comunidade científica tem consciência de que a única forma de realmente saber o que aconteceria com a Terra se esse tipo de manipulação fosse aplicada é testá-las para valer, ou seja, usar o nosso planeta como cobaia. A cautela sempre impediu esses testes fossem realizados, mas as ideias permanecem, pelo menos até agora, como último recurso para o dia em que a uma catástrofe climática for iminente.

Mas também existem projetos de geoengenharia mais modestos, como o CCS - Captura e Armazenamento de Carbono, que é uma tecnologia capaz de sequestrar todo o CO2 de, por exemplo, gerado por uma usina termelétrica a carvão e enterrá-lo, é vista por muitos cientistas como uma solução nos tempos de mudanças climáticas. Por enquanto só existem protótipos de CCS no mundo, e os mais otimistas afirmam que a tecnologia existente ainda vai demorar alguns anos para ter viabilidade.

Em Bonn, na Alemanha, representantes de todo o mundo continuam reunidos nas tentativas de levar adiante um projeto de tratado para conter emissões de CO2 no planeta - a saída recomendada pela comunidade científica.

Fonte: BBC Brasil

Um comentário:

abriendo puertas y ventanas disse...

Nossa...seria possível mesmo manipular o clima???? Ainda não tinha ouvido falar nessas possibilidades, interessante.